terça-feira, 13 de dezembro de 2011

sexta-feira, 7 de outubro de 2011

VIDEO - SPLEEN - CORPO NU - AS FLORES DO MAL NA FLORESTA

video

Video dirigido, concebido e filmado por Jorge Bandeira. Sequencia inicial, não editada.

sábado, 1 de outubro de 2011

ASAS QUE SERVEM PARA SE LIBERTAR DAS ROUPAS E DAS FALSAS APARÊNCIAS...

                                                                                               photo by machine

quarta-feira, 14 de setembro de 2011

AS 22 LÂMINAS - ENSAIO FOTOGRÁFICO - TEATRO ÉDEN - EM BREVE.


O teatro feito pelos 22 arcanos do Tarot, na tradição hermética de Aleister Crowley, Tavaglianni e o inestimável tarot de Marselha, e nisso tudo a interpretação contagiante de Alejandro Jodorowski, o mestre das imagens e dos sinais. A proposta é inaugurar este Teatro Éden no sentido do corpo naturista sensorial...e nisso a equipe está concentrada. A finalização do trabalho fotográfico buscará a representação dos 22 arcanos superiores do Tarot, num preto e branco etéreo, trabalho da fotógrafa Ariadne Monteiro. O Cartaz será realizado pelo artista plástico Turenko Beça. Os atuantes são Jorge Bandeira e Amanda Mota, com suporte eventual de Iana Borges. A viagem se inicia, em príncipio com a colaboração do CASARÃO DE IDEAIS, para qual o espetáculo terá suas funções destinadas. Agradecemos a todos. A previsão de estreia desta performance-teatral está prevista para a segunda quinzena e outubro. Até lá divulgaremos os andamentos deste projeto.

quinta-feira, 18 de agosto de 2011

UM ATOR NATURISTA

VAMOS FAZER UM TEATRO NATURISTA?


O Encontro

 Personagens

Paulo

Evandro

Norberto

Luzia



(a cena é curta e feita com os atores em total nudez)

Paulo

Acabo de descobrir o motivo de nossa nudez ser ofensiva aos outros

Evandro

Tá brincando!

Luzia

Tem certeza?

Norberto

Será mesmo? Você não se precipitou em sua observação?

Paulo

De forma Alguma. Evandro,Norberto, Luzia, creio que colocaram um imenso portal de

Devassidão na vida das pessoas.

Evandro

Como foi possível isso?

Paulo

Os meios de comunicação. Eles criaram esta redoma cruel que considera nossa nudez agressiva e perniciosa.

Norberto

O que poderemos fazer para reverter este fato terrível?

Luzia

Sem nossa querida nudez somos desumanizados.

Paulo

Tenho um plano, mas que exigirá todo nosso empenho.

Todos

Qual?

Paulo

Simples, vamos entrar em cadeia aberta de televisão e demonstrar que nossa nudez

Não é este bicho papão que estão pensando.

Norberto

Não dará certo. A nudez já está presente na televisão.

Evandro

Da forma mais errada que existe, aliada sempre ao sexo.

Luzia

Talvez se colocássemos um grande outdoor com uma imagem da família naturista e

O conceito do naturismo, par que todos soubessem...

Norberto

Não dará certo. O outdoor será depredado, vamos gastar dinheiro à toa!

Paulo

Planos e mais planos, e nada de mudar esta visão distorcida de nosso querido naturismo.

Evandro

Talvez se fizéssemos uma grande passeata naturista...

Luzia

Podemos contar com quem?

Paulo

É mesmo. Muitos não querem aparecer.

Evandro

Este país ainda é muito violento quando se trata de minorias.

Paulo

Talvez uma ideia bem simples e objetiva seria proporcionar um atentado!

Todos

Atentado!

Paulo

Calma, vou explicar passo a passo como seria este atentado...cultural.

Luzia

Ufa!

Norberto

Pensei que já ia ser preso!

Evandro

Eu também!

Paulo

A ideia é simples e objetiva.

Norberto

...e barata?

Evandro

...e terá efeito?

Luzia

Vamos lá, deixem o Paulo prosear!

Paulo

Vejam só, cada uma dos naturistas deste imenso Brasil pode contribuir, fazendo a sua

Parte. Seria assim: produzir um panfleto com uma foto de uma família naturista, de preferência com um pai, uma mãe  e uma crianças, todos vestidos, e abaixo, uma foto da mesma família, na mesma posição, só que agora estariam todos nus, de frente. Abaixo o nosso tradicional conceito de naturismo e um telefone, site, blog, email, enfim, um contato, caso a pessoa se interesse pelo tema, pelo Naturismo.

Norberto

Creio que poderia também ser feito o conceito que todos conhecemos e também um outro, para o leitor ou leitora mais popular, que contemple todas as camadas da população, escolarizadas ou não.

Evandro

É verdade, algo bem direto e que conceitue o Naturismo e seus benefícios para a humanidade, para a sociedade,para o país, para a família,para o indivíduo. Seria isso.

Paulo

E muitas cópias seriam impressas e distribuídas, em muitos lugares de cada cidade brasileira.

Luzia

Não entendi  o porquê de atentado...

Norberto

Sim,porquê este nome?

Evandro

Tem algum outro nome?

Paulo

Não, acho que este deve ser mantido, mas com um adendo.

Luzia

Qual?

Paulo

ATENTADO CULTURAL

Norberto

Perfeito, para que se esqueça de vez este atentado ao pudor, onde somos taxados de tarados e exibicionistas.

Evandro

E lembrando que estes panfletos deveriam ser distribuídos num dia interessante, uma data

Emblemática, para que desse a ideia de um movimento em constante ação e reflexão.

Luzia

De Norte a Sul do Brasil.

Paulo

Vamos pensar nesta data, numa ação conjunta por este Brasil

Norberto

Tentar e tentar, nunca desistir.

Luzia

Desbravar estes caminhos da injustiça ao naturismo.

Paulo

Nus e vivos, este é o lema. Acomodar-se jamais.

Todos

Pelo Naturismo, pelo Planeta, pelos seres vivos, pela natureza.

*Jorge Bandeira

Manaus, 18 de agosto de 2011.

quarta-feira, 17 de agosto de 2011

NOVAS FOTOS DO GRUPO GRAÚNA.

Quem de vocês gosta de Naturismo?
Eu! Eu! Eu! Eu!

sábado, 13 de agosto de 2011

NATURISMO É DIVERSÃO E FRATERNIDADE!

AS FOTOGRAFIAS E OS TEXTOS NÃO PODEM SER UTILIZADAS FORA DESTE BLOG!


Olá senhoras e senhores. Ninguém está autorizado a divulgar estas fotos fora do blog.
Agradeço a compreensão de vocês e a observância dos direitos autorais e de imagem que
protegem este blog.

Jorge Bandeira

sábado, 6 de agosto de 2011

SOU NATURISTA SIM!


Em uma cidade que facilmente bate 40 graus de temperatura, onde a tradição indígena é patente na cara de seus habitantes, que insistem em renegar esta tradição, numa Manaus onde os valores essenciais da vida estão em bancarrota, claro que sim, sou NATURISTA. Naturista por ser contra a construção do Porto das Lajes, Naturista por respeitar meus amigos e amigas no que eles tem de mais autêntico: seus corpos nus, não fazendo deste corpo um objeto de desejo ou de vaidades mil. Sou Naturista por ter estes valores ainda presentes em minha vida, e também por hoje ser um ambientalista. Aliás, cheguei ao ambientalismo através do Naturismo, e não é por coincidência que o 5 de junho é o dia internacional tanto do Meio Ambiente quanto do Naturismo. Estamos irmanados em causas próximas, de respeito e preservação. Por ser naturista consegui amizades verdadeiramente satisfatórias, que sabem o quanto somos importantes uns aos outros, mesmo nas divergências eventuais. O Naturismo carrega esta tradição de convivência harmoniosa,onde não podemos nos esconder em fachadas e atitudes desmedidas, forçadas. A força do Naturismo esté em abraçar a todos com uma tremenda naturalidade, algo muito raro neste mundo de competição absurda. Todos temos vez e vos, e corpo no Naturismo. Não há preconceito de especie alguma, se nosso código de ética for observado. E isso é tudo, e por si só ele se basta, ele se completa. O código de ética. SIm,sem ele o Naturismo mundial e brasileiro está fadado ao fracasso. Adeus Naturismo familiar sem o código de ética, adeus aos valores sem o código de ética. Na nossa página www.graunaam.com.br vocês poderão ler e entender o porque deste código ser nossa pedra de apoio, nossa fortaleza mais prezada e querida. Nosso código de ética garante sua segurança, conforto e bem estar no Naturismo,de você e sua família  seus amigos e amigas. Como professor costumo observar muito as pessoas, mas infelizmente a maioria está há anos luz da filosofia do Naturismo, e por isso caminho devagar, mas sabendo que um dia alguém no ambiente escolar e artístico,onde transito no meu cotidiano de cidadão contribuinte, olhará com ternura este Naturismo e se despirá de antigos e falsos valores que permeiam a toda sociedade. Costumo dizer que não somos uma igreja, mas que estamos irmanados na construção de um mundo melhor a todos, naturistas ou não. Por isso acredito que o Naturismo deve ser exercitado diariamente, e o fato de dormir nu também demonstra que carrego este valores em todas as ocasiões. Uma pena que numa cidade como Manaus as pessoas sofrem no verão e não tomam nem banho nuas, em conjunto. O Naturismo em grupo,com amigos e segurança, afasta este calor e traz o calor humano verdadeiro. O Solque queima também dá a vida, a amizade naturista faz-se abaixo do Sol, estrela Naturista de grandeza absoluta.Por este motivo o símbolo maior do Naturismo é o SOL. E ele brilha para todos, e se você estiver nu ou nua, melho ainda. Experimente o Naturismo!

quarta-feira, 27 de julho de 2011

A VERDADE NUA - LUZ DEL FUEGO

Olá! Esta obra rara de Luz Del Fuego está digitalizada e disponível em e-book, caso vc queira receber seu exemplar gratuitamente envie email :   jorgebandeiraamaral@hotmail.com

sábado, 23 de julho de 2011

GRAÚNA 25 DE JULHO 8 ANOS DE NATURISMO NO AMAZONAS!

Foto: BD
foto: NV
foto:BD
foto: Sandro Marandueira

GRAÚNA AOS OITO ANOS - 25 DE JULHO DE 2011

1 ANO- EM BUSCA DOS NATURISTAS
2 ANO- LOCAIS NATURISTAS - A BUSCA
3 ANO - FORMAÇÃO DO NÚCLEO NATURISTA
4 ANO - FBrN E COMPROMISSO AMBIENTAL
5 ANO - AÇÕES AMBIENTAIS E CULTURAIS
6 ANO - ATIVISMO NATURISTA
7 ANO - CRESCIMENTO COM RESPONSABILIDADE
8 ANO - A VEZ DOS JOVENS

Estamos muito felizes!
Oito anos não são oito dias, são praticamente 100 encontros ao todo, com nossos pernoites.
Neste mês agradecemos a todos que fizeram a fazem nossa História Naturista.
A Nudez um dia triunfará!
Preservar a natureza é salvar a vida!
Preservar a Cultura indígena e o próprio índio: nossa meta.
Cultura, Naturismo e Meio Ambiente: unidos.
Crescer com qualidade e não com quantidade!
Naturismo filiado a FBrN.
De Olho NU no Brasil Naturista!
Madrinha Maria Luzia nosso exemplo!
A todos nossos colaboradores!
aos naturistas do Amazonas, de Manaus.
Aos naturistas brasileiros!
OITO ANOS DO GRAÚNA.
Continuamos nossa jornada.
Naturismo Familiar e sem excessos. Excessos, só de FELICIDADES!
OBRIGADO.
Muita Nudez e Naturismo!

(Jorge Bandeira)

segunda-feira, 18 de julho de 2011

PRAIA NATURISTA DE MASSARANDUPIÓ - 16 DE JULHO DE 2011

A notável comunicação do pesquisador Benjamin, vice-prefeito de Entre Rios,
sobre o Turismo de Convivência.
A Bióloga Mariana do Projeto Tamar explanando sobre
a questão da desova da tartaruga marinha nas areias de Massarandupió e
Entre Rios.

terça-feira, 12 de julho de 2011

CADA QUAL NO SEU CADA QUAL E ENQUANTO TIRO A ROUPA PASSA O VENDAVAL.

Pergunte a todo ser humano e canino se os dentes da frente conseguem morder gente se a roupa for grossa, e se a roupa rouba a ferida ela também provoca a cicatrização de toda falta de alma piedosa pelos poderes transcendentais de todos os mortais. Sabe cachorro tolo, eu serei a vida vidinha de tua pele, e sobre teu pelo, pelugem de algo que te contempla e te completa, e por estar nua e ter ao meu lado outro nu, nua será a visão de tua coerção, nobre cão, e nem insista em ter uma roupa sobre mim, meu pelo é feito uma pele de nobre marfim, e sobre esta carcaça que ofegante me conduz, a nudez de meu corpo não sofre e nem seduz. Falaram de luz, que se reluz e te finaliza pela nudez que se conta até dez para se mostrar de uma vez nesse vale de insensatez. Cade o índio que estava aqui? O gato comeu...e este cachorro acariciado pela nua? não é meu. Joguemos os ossos descarnados deste índio que existe em sombra nesta mata. Mata, mataram, eliminaram, enterraram.

sábado, 2 de julho de 2011

EU NÃO NASCI DE ÓCULOS ESCUROS (AGORA EU ESPIO E NINGUÉM PERCEBE)


QUEM NÃO TEM NATURISMO USA ÓCULOS ESCUROS

“ A mulher que vejo nua de óculos rayban, não é a mesma que encontro toda manhã”(JB)

Por Jorge Bandeira*

Há algum tempo, logo que começamos esta viagem boa do Naturismo amazônico no Graúna, Grupo Amazônico União Naturista, descobri que uma das chaves para a descoberta de um naturista leal eram as pupilas. Explico melhor, e nisso o aprendizado em locais de prática naturista me deram o escopo necessário para refletir sobre o que, antes, pensava ser uma paranóia purista de um naturista que estava  “vendo fantasmas de roupas” em tudo quanto era lugar de naturismo.

Foi algo intuitivo, creio, pois observava que era grande a proliferação de óculos escuros, por parte de homens e mulheres naturistas. A estatística, porém, apontava um número maior de homens usando este invento medieval. Em príncipio achava que seriam um surto de conjuntivite, dado o grande número de óculos escuros em locais naturistas, seja aqui mesmo na nossa história de naturismo organizado pelo Graúna ou em minhas andanças em praias e locais privados de prática naturista.

 A constatação era(e é!) uma só: tem muita gente de óculos escuros! O questionamento vem de forma imediata, e as respostas são variadas. Por que tanta gente de óculos escuros nos locais de nudez coletiva? Imaginei, na minha confiança no ser humano, ou talvez ingenuidade mesmo, que talvez a proteção aos raios de sol seria para que não prejudicassem os olhos dos naturistas, daí o uso constante dos óculos, motivos suficientes para acalmar o meu espírito inquiridor. Não foi o suficiente, pois mesmo quando o Sol “enfraquecia”, encoberto por nuvens ou no entardecer, após as 17:30, estas pessoas continuavam com os seus artefatos de lentes escuras.

 Lembrei do poeta “os olhos são os espelhos da alma” e comecei a desvendar este mistério às vezes insondáveis aos naturistas. Outro fator decisivo para minhas elocubrações que aqui exponho, como missivista do naturismo brasileiro, foi das primeiras viagens à grande São Paulo, onde morei por um curto espaço de tempo, fazendo uma pós-graduação por lá. Um amigo disse-me, em relação ao centro velho, lá pelo Anhangabaú: Use sempre óculos escuros, por questões de segurança, pois os meliantes precisam saber que você está desatento para lhe furtar algo, e se você usa óculos escuros, eles não podem perceber se você está ou não distraído. Os meliantes precisam enxergar para onde você olha para saber se podem atacar! A ficha caiu na hora em relação a esta cruel dúvida que me assolava. Nada de conjuntivite, nada de problemas oculares, nada disso. Geralmente estes óculos escondem por trás de suas lentes aos famosos olhos do voyerismo. Eu falo geralmente, não estou dizendo TODOS que usam óculos escuros em locais naturistas.

 Procurem bem nos locais que vocês frequentam e observem o que digo: tem gente que usa óculos escuros para ver, de soslaio, homens e mulheres nus(as), sem que sejam “denunciados” pelos olhares perscrutadores, que só faltam engolir as pessoas nuas que observam. Inclusive quando os jornalistas(estes são experts nisso! Lembrando, estou falando de alguns, e se a carapuça servir...) estão em praias e locais de naturismo quem está em seus rostos: os óculos escuros! São peças quase obrigatórias em entrevistas em áreas de naturismo. A técnica é simples, basta sentar e esperar a mulher ou homem nus, com a cabeça firme, não vire o pescoço, olhe de soslaio, com a beira dos olhos, para a esquerda ou direita, alguns tem mais facildade de mover a retina mais para um lado do que para o outro. Pronto, já viu a mulher nua ou o homem nu sem dar mancada de seus ato. Ou seja, é um voyerismo mesmo, cuja janela e/ou binóculo é o óculos escuros.

 Não tenho motivos de proibir ninguém de usar óculos escuros num local de naturismo, mas cá pra nós, como é bom, legal, olhar nos olhos de todos que conversam conosco nestes locais, caminhar sem aquela sensação de que é um bicho de zoólogico humano, sendo bisbilhotado nas entrelinhas de seu corpo. A naturalidade do olhar é outro aspecto que mereceria outro artigo, que ainda devo escrever. Por enquanto lanço essas luzes de reflexão, não condenando ninguém, mas criando um espaço para que a segurança e a sinceridade das retinas dos naturistas não deixem margem a um olhar embaçado pela mente, que por falar nisso, óculos embaçam a realidade facilmente.

*Jorge Bandeira é naturista do Graúna, nas ruas têxteis usa óculos escuros por recomendação médica e para burlar a ação de maus intencionados. No Naturismo não usa, jamais, óculos escuros.

Manaus, 7 de setembro de 2010.

POEMAS NATURISTAS

 Nua segue íngreme na busca da felicidade longe da triste cidade, recolhendo pelo caminho de sua nudez os pedaços de seres têxteis, dos restos civilizatórios que se amontoam pelo caminho da estradas gananciasas pelo sucesso fútil. A nua mulher em seu traje de si mesma pacientemente acolhe os artefatos largados na trilha da natureza agredida. A nua enquanto sua recolhe restos, restando a nós um cordial agradecimento por sua bondade natural, por sua natureza nua que é feita de um altruísmo que se recolhe aos pedaços em meio a toda lixeira civilizatória.
 No outro momento, depois de despida deste lixo evasivo, a nua heroína limita-se a deslumbrar o horizonte litorâneo, na busca da eternidade da qual o poeta Rimbaud clamou um dia: a eternidade é o encontro do Sol com o Mar...em seu semblante pensativo e apreensivo a nua compreende que está só, que a ajuda têxtil é por vezes fortuita, gratuita no sentido enganoso, de vestes que pensam em seu corpo nu feito uma mercadoria exposta, numa espécie de feira fatal dos olhos monstruosos...
 ...e nisso a nua descansa, pois a nudez, está sua eterna companheira dos dias, também se cansa...
E eis que uma nova jornada nua se iniciará, neste mundo onde a natureza, entidade transformadora
e transgressora, jamais se conformará. Tal a veste, que sabe-se, não quer perder seu posto milenar, em
detrimento de uma nudez exemplar, que nunca, em nenhuma época da civilização, a deixará descansar. A roupa sempre estará nas esquinas onde a nudez desta mulher nua pontificar. Um duelo de
consciências e de exigências eclodirá, e a liberdade da nudez, mais uma vez expulsa do Éden, alguns naturistas chamará.

sexta-feira, 1 de julho de 2011

POESIAS PÓS-DRAMÁTICAS SOBRE A NUDEZ FUGIDIA.


Uma fuga para um lugar longe da
levando suas crianças ao fim da
e nisso ajudamos especialmente com
complete a nudez das palavras que se interrompem no vazio


Vítima de algozes vestidos
de capuzes sobre o corpo
morta na horta aorta abaixo
do ventre visado pelo algoz
um corpo mutilado pela ausência
vestal sem vestes
visivelmente volátil
aos que julgam os outros
em suas armaduras pesadas
na mente mordaz
pecado?
não. um fado. um destino
atino agora a algo
algoz posso ser também.

sábado, 25 de junho de 2011

COLOCAR OU RETIRAR A REDE? (um conto naturista aos naturistas)


Eu sabia que aquele dia ia chegar, cedo ou tarde minha nudez seria colocada à prova das revelações abissais que habitam a mente dos mais conservadores, dos temidos gritantes que gostam de ganhar tudo no grito. Apareceu por fim aquele velho com as calúnias sobre abuso, e retirei-me aos recônditos mais obscuros de meu ser para chegar a uma conclusão: estou só! Nem um nu(a) estaria comigo naquele momento de confrontar o maldito velho usurpador, com sua desavergonhada canalhice e perfídia. E ele planejou tudo, mas com sua insensatex canalha, esqueceu justamente das fotos acusatórias, as mesmas fotos que acusavam a mim, também o recriminava, a ele, com sua memória de peixinho dourado, o mesmo idiota que registrou os momentos de "contravenção". Ora, meu caro velho insano e terrivelmente burro, mitômano e estúpido, hoje a suspeição é de todos, vestidos, nus e nuas, maiores, menores, velhos e até mortos, sim, a transcendência alcança também a criminalidade, onde os círculos dantescos te colocarão num círculo infernal de cabeça para baixo, para desta forma permanecer até teu infinito sofrer. O naturismo apenas preserva sua força maior, a coerência dos coerentes com seus príncipios que não podem ser admoestados, que não são chaves herméticas decifradas por estúpidos como você, velho gagá, com sua falsa doença a carcomer tua garganta impura, e esqueces que todos já te desmascararam e te colocaram no mais perfeito ostracismo naturista. Nós vamos invadir tua praia calhorda e desmascarar tua insensatez e teu incontrolável despudor pela calúnia e mania de perseguição, e mesmo que tua ficha esteja limpa nesta praia, neste rio tua lama contamina nossas mentes, para sempre. A hora fulminante chegou de te mostrar nu, desmascarando tua mentira aos olhos dos que precisam desta proteção, a maioridade inevitável da infante triunfou sobre teu tempo obliterado por tua convicção em prejudicar aos naturistas que amam a nudez, e esta mesma nudez triunfante nos proteje de seres subterrâneos, de tua laia e comiseração egoíca, cafajeste seminal e visceral, não escaparás de nossa vingança que tem só um propósito: ver que o tempo imperou sobre tua vida. E que continuarás por aí, vivo, mas solitariamente infeliz em tua misogenia malsã. E nós, os caluniados, aqui estamos, a nos divertir, nus e nuas, armando e desarmando nossas redes que nos embalam em sonhos felizes no NATURISMO. Requesquat in Pace, velho gagá!

sexta-feira, 17 de junho de 2011

O GRAUNA EM JUNHO - INFORMATIVO


Data dos encontros do Graúna neste mês:



Dia 26 /06/ 2011 (Domingo)

Local: O tradicional Sítio do Paulo.

Objetivo: mutirão para melhorias e preparativos para a recepção do Presidente da FBrN e ao pernoite de 9 e 10 de JULHO!

ATIVIDADE externa de JUNHO

O Graúna participa da MARCHA PELA LIBERDADE, que ocorre dia 18 de Junho, sábado, às 14:00h, com concentração no Parque dos Bilhares.
 

DATAS IMPORTANTES DE junho

18 – Marcha Pela Liberdade

26Encontro do Graúna



“Eu sou aquele(a) Nu(a) que você viu vestido de coragem” (Sarah Khalo)

SINERGIA E A NUDEZ NA DANÇA



Assisti dia 12 de junho, dia dos namorados, a um vigoroso trabalho performático de dança intitulado SINERGIA, do Corpo de Arte Contemporânea, com direção e pesquisa de movimento de Marcos Tubarão e Odacy Oliveir, este último sendo o intérprete solo deste ousada e dinâmica apresentação que lembra também um happenning de extrema habilidade. A nudez é completa, do início ao fim da obra, onde um corpo alvo é pintado e conduzido em plataformas que se movimentam de forma circular, um corpo que Nu ocupa a cena e que convida aos espectadores a também fazerem parte dela, como pintores que se aventuram a tingir este corpo nu nas paletas transformadoras do ser, corpo nu que grita, se agita, estaciona, se contorce e que descobre a cada novo movimento um jeito especial de sobreviver. Um homem Vetruviano deste Leonardo da Vinci que habitou este último andar do Teatro da Instalação em Manaus, e que viu crianças temerosas, mães apreensivas, mas que mesmo assim continuou sua luta em busca de uma liberdade além da pintura de seu corpo em estado natural. A sonoplastia forjada por Marcos Tubarão é inebriante, feita de ruídos e de experimentações sonoras que nos envolvem e nos lançam à cena de um maneira gradual, daí a sinergia que se estabelece entre artista e público, e mesmo os mais puritanos percebem que ali aflora algo novo neste manancial da arte, novo aqui no sentido de uma grata sensação que busca nos tirar deste conforto, e aqui temos a desconstrução da fala oficial que se dilui em reverberações sinistras, dando um recado-ordem que é na verdade um elemento fantasmagórico ou um “memento mori” ao cidadão, voz tentacular e cavernosa deste opressor estatal, e para quem tem ouvidos, ouça, estamos contaminados de forma talvez irreversível por ecos desta voz patronal, e aqui SINERGIA entra com esta contribuição ao apelo crítico a partir da performance de Odacy Oliveira e Marcos Tubarão. A sobrevivência neste caótico ambiente não está a prova de disfarces, por isso a nudez emergencial do artista, por isso este desnudamento dentro das esferas, das plataformas circulares, e um espelho que não se utiliza nos interroga a todo momento sobre o que e enxerga, e quem nos enxerga. AO artista performático cabe este ousar, esta entrega de seu corpo aos olhares curiosos, aos olhares saudosos, aos olhares de aprovação ou reprovação, pois nem todos estão aptos a este desnudamento, ao aceitar a nudez como forma natural do ser humano, deste ser humano que SINERGIA  coloca em seu lugar de factível, de que pode e deve, com certeza, ser passível de um erro, de um limite, de um processo que não se completa ali, naquele instante, e isso é voltar ao “memento mori”. Há esta fluidez na mensagem, e as cenas que podem ser improvisadas na verdade nos causam esta sensação de organicidade, de fio condutor da trama ou do trauma, desde o momento dos primeiros ruídos e experimentos de Marcos Tubarão, perpassando pelos vídeos projetados na parede e na lateral da sala do homem nu, da nudez encarada de frente e por todos os lados. Estranheza? Talvez pelo fato desta nudez não vir acompanhada de sexo, o que torna vulgar qualquer intervenção artística que tenha um corpo nu a olhos vistos. Há de se acostumar este público ao nu natural, por isto que SINERGIA também deve ter seu mérito colocado aqui, além do trabalho de Odacy Oliveira e Marcos Tubarão, que ousaram “pintar o sete”, seja numa gravação oficial de chamada estatal, que inclusive já adentrou de forma subliminar em nossas pacatas e passivas mentes, seja num evento que congrega música aleatória, improviso corporal e a salutar nudez que nos pinta da cor de nossa pele e nos faz um pouco mais humanos por baixo destas roupas que muitas das vezes não dizem nada de nós, apenas disfarçam situações de classe e de desejos, muitos dos quais ocultos.



Jorge Bandeira




quarta-feira, 15 de junho de 2011

ALERTA: NÃO USE AS FOTOS SEM AUTORIZAÇÃO!

Por favor, não utilize as fotos sem a comunicação ao proprietário deste blog.
Jorge Bandeira:  jorgebandeiraamaral@hotmail.com

Já estamos em contato com a delegacia de crimes digitais e com nossos advogados
para interpelarem judicialmente quaisquer uso INDEVIDO de nossas imagens.

Obrigado pela compreensão!

segunda-feira, 13 de junho de 2011

ATENÇÃO AOS SEGUIDORES DESTE BLOG NATURISMO AMAZONENSE

EU, JORGE BANDEIRA, PROPRIETÁRIO E RESPONSÁVEL POR ESTE BLOG ESTAREI RETIRANDO DA LISTA DE SEGUIDORES DOS MESMOS OS QUE NÃO SE COADUNAM COM
AS NORMAS DO CÓDIGO DE ÉTICA DO NATURISMO.

PARA EVITAR QUALQUER MAL ENTENDIDO OU MÁ INTENÇÃO DE QUEM QUER QUE SEJA, ESTA É UMA TAREFA NECESSÁRIA NESTE MOMENTO.

OBRIGADO!

Jorge Bandeira - Criador do blog naturismo amazonense.
Manaus, 13 de junho de 2011.

sábado, 11 de junho de 2011

POEMA DO CORPO NU 1


Feito Flores
(aos meus belos anfitriões de Belém, João Carlos e Fátima)

Hoje eu acordei feito de pele apenas
acabei atravessando um corpo nu
outro nu e outra nua estavam sem penas
apenas limitou-se um varal no quintal
de uma existência nua sua tua minha nudez
acontecendo tudo de uma só vez e assim
feito flores que acabam sem ter fim
eu tive a certeza que ao estar despido
minha vida ganha um novo e belo sentido.

Jorge Bandeira Manaus 11 de junho de 2011
(Aniversário de minha irmã Ana Cecília)

sábado, 4 de junho de 2011

5 DE JUNHO DE 2011  - HOJE É O DIA INTERNACIONAL DO MEIO AMBIENTE E DO NATURISMO


  *Jorge Bandeira


Hoje, domingo, é O DIA DO NATURISMO. Podemos comemorar muitas conquistas e lembrarmos muita gente boa que tem contribuído com este senhor mais que centenário chamado de NATURISMO. Ok estamos todos nus em nossos clubes, praias, em nossas casas, etc. Não é o suficiente. Jamais será suficiente, temos que persistir a cada dia, de forma incansável, para garantir este NATURISMO no futuro que nos desafio pelo presente carregado de tantos desafios. E estamos envelhecendo, e os jovens acanhadamente adentram em nossa nau naturista. Estamos envelhecendo, bem, nus, lógico, é verdade, mas este tempo implacável nos alcança em cada segundo de nossas vidas. Precisamos com urgência de novos nomes, novos naturistas, pensadores do naturismo, gente que entenda este projeto filosófico não de forma pragmática, aleatória, destrambelhada, aventureira. Muitos já nos abandonaram e voltaram para suas velhas e carcomidas roupas, suas roupagens escamoteadas. Alguns quiseram um embate de ideias, e não saíram da Nau nua, da “Nauturista”. Mesmo no antagonismo continuam a nossa luta, com um mesmo propósito: um melhor naturismo para todos nós, para todas as regiões deste imenso Brasil, também feito de particularidades. Acredito que esta “miscigenação” toda, das ideias naturistas, tem feito um bem danado para o movimento naturista organizado. Cada qual em seu quinhão, com suas premissas, com suas particularidades. E por tudo isso é que a garantia do Código de Ética do Naturismo tem sido visto com muito carinho e consideração, sendo nossa “meta mater”, nossa mãe fraternal, nossa guia inseparável. Estamos num grande momento, sem protagonistas ou arautos de um naturismo “verdadeiro”, vivenciamos hoje um naturismo democrático, que apela para o bom senso de todos. Este é o naturismo deste século XXI em sua segunda década que iniciamos neste 2011.

Agradeço a todos que ainda estão conosco. Não basta apenas ficarmos onde já estamos, outra batalha sobre a LEI DO NATURISMO se avizinha. Que venha,pois, vamos encará-la por mais uma vê, e enquanto estivermos por aqui continuaremos a lutar por esta aprovação, sabedores e sabedoras somos deste desafio constante, dos freios e das amarras que serão infringidas em toda esta pendenga política. Os políticos são conservadores, e não adianta pensar de forma diferente, pois os atrelamentos partidários são feitos para garantir a perpetuação. Isso chama-se conservadorismo, e não será diferente quando este tema “polêmico” do naturismo mostrar sua cara (e toda sua nudez!) aos nossos representantes.


Algumas barreiras foram vencidas, e podemos citar alguns programas de TV que trataram este senhor Naturista de forma digna, respeitosa, o mesmo acontecendo com algumas poucas revistas, que trilharam o caminho correto da reportagem, sem o sensacionalismo e a falta de ética da grande maioria. De nossa parte temos feito o melhor, nossos blogs, sites, portais e outros meios de comunicação da era da informática tem dado um banho de competência e atualização. Diariamente são postados artigos, fotos, notícias diversas, programações dos locais naturistas brasileiros. A todos os responsáveis por estas mídias, nossos cumprimentos. Livros são lançados a cada ano por naturistas compromissados com esta justa causa. Um agradecimento especial aos nossos pensadores naturistas, aos nossos escritores, às suas ideias e na certeza da divulgação eficaz das mesmas. O Naturismo não está carente neste item. Do lado do outro homenageado pelo dia, este sim, está hoje em situação crítica: O MEIO AMBIENTE. Podemos listar apenas as aberrações recentes realizadas e em curso no Brasil: código florestal, porto das lajes em Manaus, assassinato de brasileiros no Pará que lutavam contra as madeireiras e a devastação da floresta, poluição, desmatamento, agressão à fauna e flora, maltrato de animais, enfim, paramos por aqui. Este dia 5 na verdade poderia ser um dia diferente, de norte a sul do Brasil, onde cada um de nós, naturistas, pudesse plantar uma “árvore simbólica” em qualquer lugar de sua cidade, uma árvore com uma plaquinha bem visível , onde se pudesse ler: “ Hoje, dia 5 de junho de 2011 eu fui plantada pelo naturismo que me protege. Me ajude.” 


Manaus, 5 de junho de 2011.